« At the movies | Main | Um selo para as CERCI »

domingo, 14 novembro 2004

Comments

Driller

Não fazia a mínima ideia, cap. Nunca concordei com as iniciativas dos sindicatos nem com a sua forma de fazer jogo político. Por causa da última iniciativa deles, vou ficar algumas centenas de lugares abaixo na lista de graduação de professores.

cap

Não sei se sabes, mas o António Teodoro foi dirigente sindical durante perto de 20 anos e, conjuntamente com a Manuela Teixeira (que passou agora a vez, também), são os grandes responsáveis pela actual situação de descrédito a que a profissão está votada pela opinião pública. Sindicatos!...
Aos professores não era tudo pedido / exigido no tempo dele, passou a ser. Ainda no tempo dele.

Driller

Pois é, Xinha.
Tive muitos alunos cuja educação deixava muito a desejar. Como professor, posso apenas repreender por escrito ou castigar o aluno com trabalhos de biblioteca. Nas escolas onde leccionei, era expressamente proibido "mandar o aluno para a rua" como acontecia quando éramos alunos (outros tempo).
Para veres como são alguns dos pais, quando um aluno meu tinha alguma atitude menos correcta com os colegas, escrevia uma carta para que os pais viessem à escola para falar comigo. Quantos compareceram? Zero.

Driller

Rita...
A opinião pública não faz a mais pequena ideia do que se passa nas escolas e qual o papel do professor. Não sei se te recordas das notícias, mas no início deste ano lectivo houve situações desagradáveis simplesmente porque os pais não queriam ficar com os filhos em casa e exigiam que os professores fossem colocados imediatamente. Para a maioria dos pais, as escolas são depósitos de crianças que as mantêm ocupadas e os professores são as "babysitters" de serviço. Não somos apoiados pelo Estado. Somos números que são distribuidos pelo país.
Neste momento estou à espera e, na próxima semana posso ser colocado a 200 km de casa a ganhar €250 por mês (não chega para as despesas).
Existem bons e maus professores, mas os piores são aqueles que já estão fixos nas escolas e perto de casa. Não se preocupam, não querem saber se os alunos aprendem... simplesmente fazem as horas, "despejam" os conteúdos e recebem um salário ao fim do mês (um bom salário). Os que se sentem motivados são os contratados. É muito mau ouvir isto de outros colegas... "tu és contratado, não és?" ao qual eu respondo... "Não! Sou PROFESSOR!".

Mas o k me irrita é haver pais k não dão o mínimo de educação aos filhos, sendo os professores obrigados a tomar essa posição, k mtas vezes n é aceite pelos alunos...

Xinha

Driller

Xinha... nem imaginas.

Para além de professor, fui pai, amigo, conselheiro, orientador, educador...

É verdade... n é apenas ensinar a matéria, é preciso lidar com uma série de problemas sociais, que aparentam não ter resolução possível... é dificil, mt dificil...

Xinha

Rita Dias

É natural que te sintas muito próximo destes problemas e que consideres absolutamente impensável a pouca importância que é dada ao problema pela opinião pública e(consequentemente, sobretudo com um governo populista como este) pelo Estado. Eu tenho uma irmã com 10 anos em cuja educação eu invisto tempo e sacrifícios pessoais vários em virtude de os seus pais não terem sequer consciência das suas necessidades culturais e académicas, e os seus professores têm um papel muito mais preponderante do que o meu na sua formação.
Durante a minha vida escolar tive os melhores e os piores professores, formaram-me para o bem e para o mal, e nunca, em momento algum, senti que a função que desempenhavam era de alguma forma apoiada pelo Estado, antes me pareciam pessoas com vontade de fazer algo ou, na outra vertente, gentinha que se valia da autoridade disciplinar para discriminar quem muito bem entendia.

The comments to this entry are closed.



  • Azevinho_2

Jukebox

  • Manic Street Preachers: Lifeblood (2004) (****)
  • Dream Theater: Live at Budokan (2004) (****)
  • Alter Bridge: One Day Remains (2004) (****)

Últimos Filmes

  • Harry Potter and the Prisoner of Azkaban (2004):
  • Highwaymen (2004):
  • Troy (2004):
  • I Robot (2004):

Livros

  • Ian Caldwell / Dustin Thomason: A Regra de Quatro (*****)
  • Simon Cox: O Código Da Vinci Descodificado (***)

Photo Albums

Powered by



  • Creative Commons License

Visitas


  • on-line

radio.blog